• WO NOTICIAS

    o portal de Nacional Internacional Entretenimento......

  • APRESENTADO SLIDE 2 TÍTULO

    VÁ PARA O BLOGGER EDITAR HTML E ENCONTRAR ESTE TEXTO E SUBSTITUIR PELA SUA DESCRIÇÃO DO POST EM DESTAQUE.....

  • APRESENTADO SLIDE 3 TÍTULO

    VÁ PARA O BLOGGER EDITAR HTML E ENCONTRAR ESTE TEXTO E SUBSTITUIR PELA SUA DESCRIÇÃO DO POST EM DESTAQUE......

terça-feira, 30 de agosto de 2016

Iguatu vai ganhar delegacia 24 horas


Delegacia de Iguatu tem duas celas, que não oferecem segurança e permanecem superlotadas. A unidade será transformada em Delegacia 24 horas.  Foto de Honório Barbosa

Neste próximo mês de dezembro, a Delegacia Regional de Polícia Civil de Iguatu vai funcionar 24 horas. O anúncio foi feito pelo governador Camilo Santana, confirmando informação do próprio governador, recentemente, nesta cidade, por ocasião do lançamento do BP Raio.
Além de Iguatu, Crato, Quixadá e Crateús sertão também beneficiados com a delegacia 24 horas. 
Atualmente, a Delegacia Regional de Polícia Civil funciona em um novo prédio, sem sequer ter sido inaugurada. A unidade estava construída e fechada, mas foi ocupada pelo delegado e servidores da Secretaria de Segurança Pública, uma vez que as instalações da casa onde funcionava a unidade era muito precária.
Com regularidade, em fins de semana, há necessidade de deslocamento de presos e policiais para adoção de providências cabíveis na Delegacia de Polícia Civil de Icó, distante 50 km, por falta de delegado.

Fonte:DN

Sem dívidas, pai de família encontrada morta abriu empresa três meses antes da tragédia


Família foi encontrada morta Foto: Reprodução

O pai da família encontrada morta na manhã da última segunda-feira em um condomíno da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, abriu uma empresa em sociedade com a mulher, Laís Khouri, de 48 anos, em junho. Nabor Coutinho de Oliveira Junior, de 43 anos, foi achado no pátio do Edíficio Lagoa Azul, na Avenida Prefeito Dulcídio Cardoso, ao lado dos filhos, Henrique, de 10 anos, e Arthur, de 7. A principal suspeita é de que ele matou a mulher e os filhos antes de se suicidar.

Crianças foram jogadas da janela
Crianças foram jogadas da janela Foto: Divulgação

A empresa, N Reach Consultoria de Sistemas LTDA, é do ramo de serviço de softwares. Ela está registrada em Contagem, cidade natal do casal, em Minas Gerais. Nabor tinha 99% da empresa e Lais, 1%. Ele abriu a firma um mês antes de abandonar a carreira na TIM para dar consultoria na companhia americana Datami, que trabalha com marketing para celular. Nenhum dos dois tem registros de dívidas nos sistemas de crédito.
O delegado Fábio Cardoso, titular da Divisão de Homicídios da Capital, informou que Nador tinha problemas no novo trabalho. De acordo com ele, familiares afirmaram que ele não estava feliz na empresa.
Pai e filhos morreram na manhã da última segunda-feira
Pai e filhos morreram na manhã da última segunda-feira Foto: Reprodução
 Os depoimentos confirmam uma incerta insatisfação dele com o cargo que estava exercendo — afirmou Cardoso.
A Polícia Civil encontrou uma carta supostamente escrita por Nabor. Segundo o registro, ele vê saídas. “Está claro para mim que está insustentável e não vou conseguir levar adiante. Não vamos ter mais renda e não vou ter como sustentar a família (...). Sinto um desgosto profundo por ter falhado com tanta força, por deixar todos na mão. Mas, melhor acabar com tudo logo e evitar o sofrimento de todos”, diz a carta. As investigações ainda estão em curso. A carta será periciada por técnicos, mas a família já teria reconhecido a letra do engenheiro.

Nabor trabalhou por 18 anos na TIM e chegou ao cargo de gerente sênior. Ele tinha formação em engenharia de software e em administração, com experiência no departamentos de marketing e de inovações. A empresa emitiu uma nota afirmando que “Nabor era um profissional querido e havia se desligado voluntariamente”. Antigos colegas de trabalho afirmaram que ele saiu aplaudido do local. A Datami também divulgou um comunicado informando que apreciava o trabalho dele e que todos estão “profundamente tristes”.
Mulher foi morta com pelo menos duas facadas no pescoço Foto: Divulgação
O delegado afirmou que as investigações apontam que a rotina da família estava normal, segundo relatos dos vizinhos. Labor era considerado uma pessoa reservada e, em dez anos, nunca houve nenhuma reclamação contra eles.
— As crianças eram muito educadas. Os pais passavam pela portaria e ensinavam eles a pedir obrigado, a dar bom dia — afirmou Wilton Santos, que trabalha há 14 anos no Pedra de Itaúna, e diz que viu os meninos nascerem.
Tela de proteção foi cortada Foto: Divulgação

Nabor morava de aluguel e tinha comprado, em 2012, outro apartamento de três quartos na Barra. O imóvel, no entanto, era alvo de uma disputa judicial com a construtora, que cobrava mais R$ 20 mil por serviços extras. O caso corria na Justiça.


Fonte:Extra

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Loteria pagará R$ 85 milhões em sorteio especial da Independência


Apostas exclusivas para o concurso especial iniciam na próxima terça-feira (30)

A Caixa Econômica informa que a Lotofácil da Independência vai pagar, no dia 6 de setembro, o prêmio previsto de R$ 85 milhões. O sorteio será às 20h, no espaço Caixa Loterias, que fica no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo. A partir de amanhã (30), todas as apostas da modalidade serão voltadas para o concurso especial, tanto as registradas nos volantes específicos quanto as registradas nos volantes regulares.
 
O valor renderia mais de R$ 563 mil mensais se aplicado na poupança, o que já garantiria uma boa fonte de renda. Caso o ganhador prefira investir em bens, ele pode adquirir 17 sítios de luxo no interior de São Paulo, com seis quartos, lazer completo e área de 2 mil m², ou 24 iates com camarote, cozinha e banheiro.
 
Na Lotofácil, o apostador marca entre 15 a 18 números, dentre os 25 disponíveis no volante, e fatura o prêmio se acertar 11, 12, 13, 14 ou 15 números. Pode ainda deixar que o sistema escolha os números por meio da Surpresinha, ou concorrer com a mesma aposta por 3, 6, 9 ou 12 concursos consecutivos através da Teimosinha. A aposta mínima, de 15 números, custa R$ 2. Os jogos podem ser registrados até as 19h do dia do sorteio.

Fonte:DN

Saiba como não permitir que o Facebook use seus dados do WhatsApp


O usuário do app tem até o dia 24 de setembro para bloquear a função

Por meio de uma atualização dos termos e política de privacidade, o WhatsApp anunciou que vai compartilhar os dados de seus usuários para o Facebook vender anúncios. 
Os termos dizem o seguinte: "estamos trabalhando juntos para melhorar nossos serviços e ofertas como, por exemplo, combater spam entre os aplicativos, dar sugestões sobre produtos, mostrar anúncio relevantes, entre outros, no Facebook".
No entanto, o blog oficial do WhatsApp garante que as mensagens criptografadas estão seguras, já que somente você e a pessoa para quem a enviar conseguirão ler.
Como bloquear
O aplicativo, no entanto, dá a opção para que os usuários bloqueiem a opção de compartilhamento de dados com o Facebook. As pessoas têm até o dia 24 de setembro para bloquear a função.
Saiba como:
1) Se você abrir o aplicativo e encontrar a tela de atualização de seus "termos e sua polícia de privacidade", clique em "agora não" ou "leia mais sobre atualizações importantes". Não clique em "aceitar". 
1

2) Nas configurações do app, você deve ir em conta. Em "compartilhar dados da conta", basta clicar no botão check do lado. o WhatsApp vai perguntar: "você tem certeza que não deseja utilizar os dados de sua conta do WhatsApp para melhorar as suas experiências...?". Basta clicar em "não compartilhar". 

2

Fonte:DN

Alcoolismo na adolescência é problema de saúde pública


Quanto mais cedo começa o uso de álcool, maior são as possibilidades de desenvolver uso excessivo. Além disso, a porta se abre para outras drogas

Hanna Pereira procurou ajuda aos 19 anos, quando já estava viciada em álcool e drogas ( FOTO: KID JUNIOR )

O consumo de álcool entre adolescentes no Brasil vem crescendo. De acordo com a legislação, vender, fornecer, servir, ministrar ou entregar, ainda que gratuitamente, bebida alcoólica a menores de 18 anos é crime sob pena de detenção de 2 a 4 anos. No entanto, apesar disso o acesso ao álcool parece fácil e muitas vezes é negligenciado.
De acordo com dados da Pesquisa Nacional de Saúde Escolar (PeNSE) 2015, divulgada na última sexta-feira (26) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 50,9% dos alunos do 9º ano do Ensino Fundamental no Ceará já experimentaram bebidas alcoólicas. O levantamento, com estudantes de escolas particulares e públicas, realizado em 2015, mostra ainda que 41,5% conseguiu a bebida em festas, 28,9% com amigos e 12% compraram em mercados, lojas, bares ou supermercados.
Esse cenário é reflexo de uma construção social longa que relaciona o álcool ao lazer, comemoração e festa. Assim, com o rótulo de catalizador de felicidade, o perigo que ele promove fica escondido. Para o adolescente, cuja vulnerabilidade se apresenta mais forte, os motivos para iniciar o consumo de álcool são inúmeros. E os riscos também.
"Eles vão experimentar o álcool pela curiosidade, exposição, para compensar as fragilidades das relações, pela desorganização familiar, pela influência com dos amigos. Além disso, o jovem não tem atitude e comportamento que levem em conta outros valores, como segurança, ética, ficando expostos a outros riscos", explica o psiquiatra e presidente executivo Centro de Informações sobre Saúde e Álcool (CISA), Arthur Guerra de Andrade.
Por si só o consumo de álcool já seria um grave problema. Estudos mostram que indivíduos que começaram a beber antes dos 15 anos têm cinco vezes mais chance de desenvolver problemas relacionados ao uso de álcool do que aqueles que começam a beber após os 21 anos. O consumo excessivo, também chamado de alcoolismo, está entre esses problemas. No entanto, a bebida alcoólica é considerada uma porta de entrada para o uso de outras drogas.
Foi o que aconteceu com o empresário Guilherme Bezerra. Aos 12 anos, experimentou o álcool para se sentir incluido na roda de amigos da escola. "Eu estudava em uma escola de meninos ricos e me sentia diferente, não tão bom. Hoje eu sei que comecei a beber para tentar preencher esse vazio. Bebi para querer ser o corajoso. Depois veio a droga. Tudo o que fiz era para aparecer", relembra ele, que hoje, aos 29 anos, comemora 8 anos de sobriedade.
Aos 14 anos, veio a primeira internação- já com experiência de associação do álcool a outras drogas como a maconha. "Eu me tornei alcoolista tanto quanto dependente de outras drogas". Depois dessa, foram mais 14, em clínicas especializadas, comunidades terapêuticas e manicômios. "Passei talvez 1 anos e meio da minha vida preso em manicômio. Mas eu não me revolto com isso. Sei que as internações foram necessárias para me manter vivo", conta ele.
Sem ajuda
De fato, o caso de Guilherme é raro. Conforme explica a gerente de Célula de Atenção à Saúde Mental da Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza (SMS), Carolina Aires, os adolescentes não costumam buscar ajuda com o álcool aos Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPs AD). Eles geralmente só percebem o vício quando já entraram no consumo de outras substâncias. E com idade maior.
Realidade de Hanna Pereira, 25 anos. Vítima de exploração sexual, aos 13 anos, foi obrigada a usar cocaína. "Eles me obrigavam a usar porque pagava mais. Aí eu fui me viciando e, sempre que usava droga, eu também bebia muito. Quando vim pra Fortaleza, aos 19 anos, fui para o crack. Piorou tudo", relata ela que mora com o companheiro na Favela do Oitão Preto, no Centro.
O início do tratamento começou por aqui. Antes, nem sabia o que era um CAPs. Desde então, ela se internou algumas vezes para fazer a desintoxicação. As recaídas são muitas também. De volta ao Centro de Atendimento Psicossocial Álcool e Droga, na Barra do Ceará, ela contou que a última crise a deixou muito debilitada e assustada. "Vi bicho. Corria no meio da rua. Poderia ter morrido. Tenho medo de morrer, por isso eu queria sair dessa vida", relata.
O resultado do uso excessivo do álcool e droga para Hanna foi uma saúde debilitada. Já se internou com Tuberculose e Pneumonia. Morou na rua, assim como Guilherme. Ela se esforça para abandonar o comportamento, mas reconhece que as tentações são grandes. "O povo me dá droga, cachaça. Sou amiga dos traficantes, do povo da favela. Amiga, assim, né? Amigo das drogas é meio atravessado né? Já fiquei com fome e eles não me deram o que comer", conta ela que sonha em comprar uma casinha mais longe do acesso fácil à droga. "Só tenho medo de acabar minha casa com a droga. Por isso não tento agora".
Negligencia
Para Carolina Aires, da SMS, é importante ressaltar que o uso problemático do álcool está diretamente relacionado a um contexto social que torna o adolescente ainda mais fragilizado. Comum perceber que aqueles meninos que não tem acesso às políticas públicas sofre ainda mais. No entanto, todas as instituições- família, escola, sociedade e Estado- precisam estar atentos.
"Eu sinto muito que, durante todo o tempo em que estive na escola e fazia uso das drogas e álcool, nunca me chamaram para conversar com uma psicóloga. Era uma escola de ricos e eles fechavam os olhos", conta Guilherme que hoje desenvolve um projeto para levar alunos considerados "problema" para visitas à clinica de recuperação de drogas que hoje dirige. "Não dá pra não oferecer suporte. Eles precisam de todo esse cuidado, eles não tem maturidade para isso sozinhos", conta ele cheio de experiências de quem viveu tudo isso de um jeito bem seu.
1

Fonte:DN

Dilma diz que 'verdade virá à tona'


Presidente afastada fará defesa de 30 minutos no plenário e, então, será interpelada pelos senadores

Brasília. A presidente afastada Dilma Rousseff (PT) voltou a afirmar que cabe ao Ministério Público e aos delatores provarem as acusações de seu suposto envolvimento nos desvios na Petrobras. Procurada, a assessoria de imprensa de Dilma divulgou nota em que afirma que "a presidenta está tranquila quanto à sua inocência". A assessoria também disse "que não pesam sobre ela (Dilma) nada mais que acusações injustas e infundadas. A verdade virá à tona", diz a nota.
Ontem, durante reunião da oposição na casa da senadora Lídice da Mata (PSB-BA), a presidente afastada agradeceu e parabenizou aliados pela atuação no processo de impeachment. A conversa ocorreu no viva-voz, por meio do telefone da senadora Gleisi Hoffman (PT-PR), que ligou diretamente para a petista. Dilma está reunida com a senadora Kátia Abreu (PMDB-TO).
Dilma integrou o governo do PT desde o princípio. Em 2003 foi nomeada ministra de Minas e Energia, responsável pela Petrobras e pelas estatais do setor elétrico. Deixou o posto em meados de 2005 para substituir, à frente da Casa Civil, o ex-ministro José Dirceu, alvo do escândalo do mensalão. Dilma permaneceu na Casa Civil até 2010, quando foi escolhida por Lula para disputar a Presidência.
A presidente afastada é acusada por aliados de Lula de ter desestabilizado a base de apoio do governo ao insistir na substituição de Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da Petrobras e indicado pelo PP, e de Renato Duque, ex-diretor de Serviços, que, segundo as investigações da Lava-Jato, representava o PT no esquema de propinas instalado na estatal.
Depois do início das investigações da Lava-Jato, o relacionamento entre Dilma e Lula, que já estava complicado, estremeceu ainda mais. Eles chegaram a ficar sem conversar e elegeram o ex-senador Delcídio Amaral como mensageiro para os recados trocados. Delcídio e Nestor Cerveró, ex-diretor da Petrobras, afirmaram em depoimento que Dilma, na condição de presidente do conselho da estatal, sabia detalhes sobre a negociação para a compra da refinaria de Pasadena que deu prejuízo à companhia.
Indicadores
Senadores da oposição estiveram reunidos na noite de ontem no apartamento funcional de Lidice Da Mata , para afinar a estratégia que vão adotar no interrogatório da presidente afastada. Antes das perguntas dos parlamentares, Dilma terá 30 minutos para fazer sua defesa.
Segundo oposicionistas, a presidente afastada deve aproveitar o momento para fazer uma retrospectiva e mostrar indicadores de sua gestão, falar sobre a ideia de um plebiscito para convocar novas eleições e também declarar que está em curso um golpe parlamentar.
Primeira a chegar para a reunião, Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) afirmou que estão no radar da oposição 13 senadores que poderiam mudar de ideia e apoiar Dilma. O senador Paulo Paim (PT-RS) admitiu que estão dialogando com pelo menos oito indecisos. Segundo Paim, Dilma mostrará indicadores dos 13 anos em que os petistas estiveram no poder e compará-los com gestões anteriores.
Para Lindbergh Farias (PT-RJ), a fala de Dilma será "contundente" e vai representar "o ponto da virada" no processo. Ele acredita que o discurso terá forte impacto na sociedade, o que deve repercutir no Senado. "A sessão vai ser muito tensa, é um momento muito dramático para o Brasil(...) As pessoas vão entender a Dilma como vítima de um golpe político".
Lindbergh considera que o principal destaque do interrogatório será o "rali de perguntas dos senadores", que terão cinco minutos cada para questionar Dilma. "Eu quero ver o que o Aécio Neves vai perguntar para ela", provocou, citando a última disputa presidencial.
Praticamente "sumido" da fase de depoimento de testemunhas, o PMDB do Senado deve repetir a mesma estratégia e não fazer perguntas à petista. Pela lista com 47 inscritos até ontem para questioná-la, só seis são do partido, que é a maior bancada da Casa, 19 dos 81 senadores.
O julgamento do impeachment despertou o interesse de três diretoras de cinema, que passaram a frequentar a Casa, e não passam despercebidas num batalhão de profissionais de mídia que se acotovelam nas galerias do plenário e nas entrevistas.
Indeciso
Ontem, Michel Temer recebeu no Palácio do Jaburu, pelo menos um senador que não quer declarar o seu voto nesta fase do processo: Roberto Rocha (PSB-MA). Rocha disse que a posição será tomada em bloco pelos três senadores do Maranhão.
1

Fonte:DN

domingo, 28 de agosto de 2016

Jornalista da TV Globo sofre assalto à mão armada em Jacarepaguá


Silvana Ramiro foi assaltada em Jacarepaguá Foto: Reprodução/Instagram
A jornalista Silvana Ramiro, que apresenta o quadro “Radar RJ” no “Bom Dia Rio”, da TV Globo, sofreu um assalto à mão armada na noite deste sábado, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. A repórter e seu noivo estavam a caminho de uma festa quando o carro em que eles estavam foi abordado por uma moto com dois bandidos armados, por volta das 19h, na Rua Paturi, no Tanque. O casal ficou sob a mira de duas armas e teve o carro e os pertences roubados.
De acordo com a Polícia Militar, o carro e parte dos pertences foram recuperados cerca de três horas depois, por policiais do 18º BPM (Jacarepaguá). Com a ajuda do localizador de um dos celulares roubados, os agentes chegaram ao local onde o carro fora abandonado, na Rua Pintor Leandro Joaquim, na Cidade de Deus. Os assaltantes fugiram. A jornalista relata que ficou 7 horas na delegacia à espera de notícias. O caso foi registrado na 41ª DP (Tanque).
Em seu perfil no Instagram, Silvana Ramiro relata o assalto: “Fui rendida com meu noivo por dois bandidos armados: uma apontada pra cabeça dele. A outra, pra minha barriga. ‘Perdeu, perdeu’. Sim, perdemos. Tudo foi embora. Ficamos sozinhos, no meio da rua, só com a roupa do corpo. Um deles não conseguia arrancar com o carro. Estavam nervosos, ameaçaram e a arma travou”.
A jornalista elogia a ação dos PMs: “Oro pelos policiais que arriscam suas vidas por muito pouco em troca. Por aqueles que nunca sabem se chegarão em casa depois do plantão. Por esses que se tornaram minoria nesta guerra diária que é a de ser PM no Rio”.
No texto publicado na rede social, Silvana descreve o desfecho do assalto como "livramento" e agradece a Deus: "A palavra de Deus diz que 'nem um só fio de cabelo cai da nossa cabeça sem a permissão Dele'. E que 'a última palavra vem do Senhor'. É impossível imaginar o desfecho dessa história se não tivéssemos o livramento de Deus"
Leia o relato da jornalista:
"Ontem, indo para um aniversário em Jacarepaguá, fui rendida com meu noivo por dois bandidos armados: uma apontada pra cabeça dele. A outra, pra minha barriga. "Perdeu, perdeu". Sim, perdemos. Tudo foi embora. Ficamos sozinhos, no meio da rua, só com a roupa do corpo. Um deles não conseguia arrancar com o carro. Estavam nervosos, ameaçaram e a arma travou.
Quando eles, enfim, arrancaram com o carro, eu desabei. Foram 7 horas na delegacia à espera de notícias. O localizador do celular indicava que estavam na CDD.
A polícia entrou na favela, recuperou o carro e encontrou quase todas as minhas coisas dentro. Um milagre do céu.
Deus foi tão misericordioso que nossos celulares foram devolvidos: uma criança jogou os aparelhos na porta da UPP.
A palavra de Deus diz que "nem um só fio de cabelo cai da nossa cabeça sem a permissão Dele". E que "a última palavra vem do Senhor".
É impossível imaginar o desfecho dessa história de não tivéssemos o livramento de Deus.
Oro pelos policiais que arriscam suas vidas por muito pouco em troca. Por aqueles que nunca sabem se chegarão em casa depois do plantão. Por esses que se tornaram minoria nesta guerra diária que é a de ser PM no Rio".
Silvana Ramiro tem quadro no “Bom Dia Rio”, apresentado por Fachel
Silvana Ramiro tem quadro no “Bom Dia Rio”, apresentado por Fachel Foto: Reprodução/Instagram

Fonte:Extra

Grupo faz 'arrastão' em restaurante e um dos assaltantes é preso


Polícia persegue bando, mas três bandidos conseguem fugir

Celulares, carteira e bolsas dos clientes foram encontrados no carro que o grupo utilizava para fugir ( Foto: Reprodução/ VCrepórter )

Um grupo fez um "arrastão" em um restaurante localizado no bairro Parquelândia, em Fortaleza, na tarde deste domingo (28), e teve a fuga contida pela Polícia. Na ação policial, um dos assaltantes foi baleado e preso.
Quatro bandidos renderam funcionários e clientes do restaurante, roubaram celulares e bolsas e fugiram em um carro modelo Siena, de cor cinza e placa HHB-7331.
Um policial estava a paisana no local e acionou a viatura da Polícia Militar responsável pela área. Houve perseguição e troca de tiros.
Uma das balas acertou o pé de um dos assaltantes, que foi preso em flagrante e levado aoInstituto Dr. José Frota. Após o atendimento médico, ele será encaminhado ao 7º Distrito Policial. No carro, foram apreendidos os objetos pessoais dos clientes e um revólver.
Os outros três bandidos conseguiram deixar o carro e empreender fuga. A Polícia continua realizando buscas na região.

Fonte:DN

sábado, 27 de agosto de 2016

Cão coberto de piche após deitar no asfalto comove internet


Guerreiro passou pelo procedimento de retirada do piche

Protetores estão comovidos e torcendo pela recuperação completa de um cãozinhoque apareceu coberto de piche em Picos (306 km de Teresina), na última segunda-feira (22). Guerreiro, como foi batizado, foi encontrado com a lateral esquerda do corpo inteira tomada pelo material, que deixou queimaduras. O grupo tenta agora buscar os possíveis donos ou um lar para o bichinho.

 Fátima Miranda, diretora jurídica da entidade Amigos dos Protetores dos Animais de Picos (Apapi), disse que inicialmente acharam que alguém havia jogado o piche no animal, mas os veterinários acreditam que ele mesmo deitou no asfalto quente.
Ela destacou que o responsável pela obra de asfaltamento foi procurado e, mesmo sem saber se um de seus funcionários havia sido responsável pela situação, assumiu os custos do tratamento.
Na clínica veterinária, Guerreiro passou pelo procedimento de retirada do piche. Para isso, é necessário um banho com água e óleo, que por vezes retira os pelos do animal e pode ser doloroso.
Os protetores acreditam que o animal tem cerca de 4 anos e tem uma família, porque está bem cuidado. Ele continua internado e possui lar temporário. Integrantes da Apapi buscam agora os tutores de Guerreiro ou uma família que possa adotá-lo ao fim do tratamento. Quem tiver interesse pode entrar em contato pelo (86) 9 9996-0668.
Image title
Image title
Fonte: Com informações do Grande Picos