• WO NOTICIAS

    o portal de Nacional Internacional Entretenimento......

  • APRESENTADO SLIDE 2 TÍTULO

    VÁ PARA O BLOGGER EDITAR HTML E ENCONTRAR ESTE TEXTO E SUBSTITUIR PELA SUA DESCRIÇÃO DO POST EM DESTAQUE.....

  • APRESENTADO SLIDE 3 TÍTULO

    VÁ PARA O BLOGGER EDITAR HTML E ENCONTRAR ESTE TEXTO E SUBSTITUIR PELA SUA DESCRIÇÃO DO POST EM DESTAQUE......

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

PMs reformados são encontrados mortos em rodovia na Baixada Fluminense


PMs foram mortos a tiros Foto: Ivan Teixeira / Jornal de Hoje
Dois policiais militares reformados, que ainda não foram identificados, foram encontrados mortos na Rodovia Presidente Dutra, na altura de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, no início da manhã desta sexta-feira. Nos corpos das vítimas havia várias marcas de tiros. Os agentes, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal, seriam PMs que faziam serviço de monitoramento e escolta de cargas. O crime aconteceu na pista sentido São Paulo, que ainda apresenta uma faixa interditada.

Agentes da DH chegam para perícia
Agentes da DH chegam para perícia Foto: Ivan Teixeira / Jornal de Hoje

PMs foram encontrados mortos nesta manhã de sexta-feira Foto: Divulgação / PRF
No local do incidente, há dois carros abandonados e cápsulas de fuzil e de arma de calibre 9mm na pista. Nas laterais dos veículos também há marcas de tiros.
PMs estariam trabalhando para serviço de escolta Foto: Divulgação / PRF
Carro foi alvejado Foto: Divulgação / PRF

O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF).



Fonte:Extra

Câmera flagra homem atirando enteada de 3 anos em piscina de hotel; criança morreu


Circuito de câmeras flagra homem jogando enteada em piscina Foto: Reprodução/YouTube
Um homem flagrado em um hotel atirando sua enteada de três anos em uma piscina, repetidamente até a morte, foi condenado a 100 anos de prisão, na cidade de Morelia, no estado de Michoacan, no México.
As imagens registradas pelo circuito interno de câmeras do local mostra o assassino, identificado apenas como Jose David N., repetidamente jogando a criança na água.
A menina, que não sabia nadar, é vista lutando para se manter respirando enquanto o padrasto apenas a observa se afogar. A mãe da criança estava dormindo no quarto do hotel no momento do crime.
No vídeo abaixo, veiculado por uma emissora de TV americana antes do anúncio de condenação de Jose, é possível ver o assassino em ação.



Antes das imagens do circuito interno virem à tona, o padrasto da menina alegou estar surpreso com seu afogamento. No entanto, com o surgimento das filmagens, sua defesa foi derrubada, dando lugar à condenação sem possibilidade de liberdade condicional.
Um dos três juízes que decretaram a condenação revelou que a criança foi puxada pelos cabelos e segurada embaixo d'água para que não conseguisse respirar. A defesa do assassino ainda levantou a hipótese de que a garota tivesse morrido já fora da piscina, o que foi rejeitado pela Justiça.


Fonte:Extra

Personal trainer mostra foto sentada para mandar mensagem: 'Não se estresse'


Jen mostrou que todo corpo tem imperfeições Foto: Reprodução / Instagram
A modelo fitness e apresentadora de um programa de TV sobre emagrecimento Jen Widerstrom fez um post importante sobre aceitação do próprio corpo. Ele publicou duas fotos, uma em que aparece sentada e outra diante do espelho, para mostrar que não existe corpo perfeito.
Se diante de pé Jen parece não ter nenhuma imperfeição em seu corpo atlético, sentada ela mostra que tudo é uma questão de ângulo.
"Oh, isso é mágica, você sabe. Nós todos ficamos assim quando no sentamos. Não se estresse sobre a forma do seu corpo em certas posições. Essas fotos foram tiradas com dois minutos de diferença. #semedição", escreveu Jen na publicação.
À revista People, Jen Widerstrom explicou por que decidiu fazer o post motivacional. A musa fitness relatou que ela mesma vive momentos de insegurança em relação a sua imagem.
"Recentemente, eu estava fazendo um ensaio e me sentindo ótima, até que eu olhei para baixo e vi minha barriga e imediatamente fiquei insegura", contou. "Levantei para tirar uma nova foto. Eu parei de ser irracional mostrando para mim mesma que sou uma mulher saudável e encorpada e o quanto isso é lindo".
A publicação de Jen teve mais de 20 mil curtidas no Instagram.
Fonte:Extra

'Sol Nascente': Damasceno é acolhido pela família De Angeli


Damasceno e Gaetano em "Sol Nascente" Foto: Reprodução
Damasceno (Emílio Orciollo Netto), também conhecido como Dama, pode até ser um detetive trapalhão, mas esperteza não falta ao italiano de "Sol Nascente". Depois de descobrir o paradeiro de Geppina (Aracy Balabanian) com a ajuda de Elisa (Luma Costa), a dupla resolve, então, seguir para Arraial do Sol Nascente. Na cidade, Dama encontra a padaria Pasta Pane e procura pela matriarca dos De Angeli. “Filumena, non é a senhora?”, questiona ele ao encontrar Geppina.
A mãe de Vittorio (Marcello Novaes) fica assustadíssima ao escutar seu nome verdadeiro e por pouco não tem outro desmaio. “Gaetá... io vô tê um infarto cardíaco do coração!”, avisa Geppina. Gaetano não se intimida e ameaça Dama. “Olha o estado dela! Se alguma coisa acontecer com a minha Geppina, io faço molho à bolonhesa de você antes que a máfia me fure inteiro feito um ralador de queijo! Pode vir a máfia inteira!”, grita.
Damasceno, engasgado com um pão doce, tenta respirar e falar ao mesmo tempo: “Eeeeuu?! Da máfia!? Ai, se a alma da minha falecida noninha Donata Giuchetti escuta isso...”. Ao mencionar Donata, Geppina dá um salto e percebe que Dama fala de sua prima italiana. A matriarca rapidamente abraça o mais novo “membro” da família e acolhe o sobrinho. Na verdade, trata-se de uma armação do detetive. Como o dossiê em mãos, Dama tem todas as informações sobre Geppina e sua família na Itália. A princípio, Gaetano fica desconfiado, mas após analisar as coincidências acredita que Damasceno é mesmo da família.
O plano do detetive sai melhor do que o esperado. Ele conquista a confiança dos De Angeli e é apresentado a todos. Vittorio é um dos poucos a questionar o surgimento do primo, mas é repreendido por Geppina. Mario (Bruno Gagliasso), Milena (Giovanna Lancellotti) e Peppino (João Cortes) também notam que Dama é bom de garfo. O “primo” não dispensa os quitutes de Geppina e se delicia com os doces e massas dos De Angeli. Se não bastasse a recepção calorosa, o detetive ainda é convidado para morar no sobrado da família. Gaetano arruma um quartinho e Dama avisa a Elisa que a partir de agora não ficará mais na pousada de Ana Clara (Sylvia Bandeira).

Fonte:Extra

'Velho Chico': Miguel divide suas terras com os índios


Pureza de Miguel (Gabriel Leone) impressiona Piedade (Zezita Matos) em "Velho Chico" Foto: Caiuá Franco/Rede Globo/Divulgação
Miguel (Gabriel Leone) vai dividir as terras que ganhou de herança de Encarnação (Selma Egrei) com os índios na reta final de "Velho Chico". Ele toma essa decisão depois que descobre que parte da sua fazenda era dos indígenas. A ideia é de Olívia (Giullia Buscacio), que insiste para o marido procurar Ceci (Luci Pereira) pedir ajuda. Já na oca, Miguel fala a Olívia, Ceci e o pajé Moacir (Leonir Tenório) e diz que eles podem trabalhar juntos para salvar a terra e devolvê-la a ele. "Nem tudo que veio antes devemos aceitar. Há Muito mal escondido embaixo do nome dos de Sá Ribeiro. Não sei se vou descobrir tudo. Mas sei que, tudo que descobrir, irei lutar para remediar. Juntos podemos cuidar daquela terra que é tão sagrada para o seu povo, quanto para nós!", diz ele.
O pajé fita Ceci, desconfiado: "Você quer limpar um nome sujo do meu sangue! Do sangue dos meus irmãos!". Miguel fala que quer quitar a dívida dos de Sá Ribeiro, tanto com o povo e a terra. "Essa dívida não é sua!", fala o Pajé. "Mas é do nome que carrego! Esse nome trouxe até minhas mãos uma terra que não me pertence! Uma terra que é do seu povo mais do que de ninguém...", explica Miguel. Moacir se cala, e mira Ceci, ressentido: "Meu povo escolheu não lutar por ela! Meu povo abandonou a terra e todos que morreram lutando! Muita gente morreu!".
Olívia ajuda o marido: "Mas a terra está viva ainda, e sofrendo! Não queremos tirar proveito de ninguém, mas sei que juntos, podemos cuidar dela como se deve!". O Pajé diz que precisa falar com os espíritos e com Ceci. Olívia e Miguel saem e ela se mostra animada: "Eles vão voltar para suas terras, e, com essa pareceria, tirar renda das culturas de ciclo curto enquanto as demais se estabelecem. Estamos devolvendo a chance deles cuidarem do seu lugar de origem!". Miguel está triste: "Na nossa cabeça é uma parceria rural. Na deles é o bisneto do coronel que invadiu suas terras querendo tirar proveito deles outra vez". O Pajé e Ceci conversam e logo depois eles vão ao encontro do casal. "le estende as mãos para Miguel, que se surpreende a princípio, logo repete o gesto. "Nosso povo passou muito tempo longe de casa... é hora de voltar!", diz o índio.

Fonte:Extra

Estuprada em novo filme, Carolina Dieckmann diz: ‘Mulher violentada não pode ser julgada nunca’


Diana e Mario são casados, mas vivem um relaiconamento distante Foto: Pedro Luque/Divulgação
De longe, o casal Diana (Carolina Dieckmann) e Mario (Leonardo Sbaraglia) vive uma relação pacífica no longa “O silêncio do céu”, de Marco Dutra. O problema é quando se observa de perto e se descobre que a distância entre os dois esconde um ato de violência doméstica perturbador. Estuprada por dois homens dentro da própria casa, a estilista jamais revelará o crime ao companheiro, que testemunhou tudo num ensurdecedor silêncio.
— Eu saí da cena (de estupro) esgotada. Diana é estranha, inesperada, complexa. Ela tem um mistério que eu nunca tinha vivido como profissional — afirma a atriz de 38 anos, que precisou mergulhar no espanhol para dar conta dos diálogos.

Sobre a situação vivida por sua personagem, Carolina é direta:
— Uma mulher violentada não pode ser julgada nunca. Quando ela revela, possibilita que o criminoso seja penalizado. Se a vítima escolhe não contar, existe uma responsabilidade em cima disso. Mas, nem mesmo sob esse aspecto, ela deve ser apontada.
Chino Darín é Néstor, um dos estupradores
Chino Darín é Néstor, um dos estupradores Foto: Pedro Luque/Divulgação
Enquanto Diana é indecifrável até para si mesma, Mario, um roteirista, tem inúmeros medos que o impedem de viver. Apesar de não ter evitado a violência, ele se dedica a fazer justiça com as próprias mãos.
— É um personagem difícil de defender. A situação o obriga a construir uma ficção para chegar à verdade — diz Sbaraglia, de 46 anos.
Na outra ponta dessa lança, Néstor, vivido por Chino Darín, é o jovem cuja força, na companhia do irmão, será imposta sobre a vítima.
— O estupro é uma aberração, e esse é o momento mais estranho profissionalmente a que tive contato. Uma das filmagens mais intensas da minha vida — assegura o argentino de 27 anos, filho do renomado ator Ricardo Darín
.
Fonte:Extra

Sem caô, Guerrero joga bem e reassume posto de titular no Flamengo: ‘Saudade’


Peruano de volta Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

Paolo Guerrero está acostumado a não ser alvo de holofotes no Flamengo. Até o retorno do centroavante ao time titular foi discreta. A boa participação do camisa 9 na vitória sobre o Palestino, pela Copa Sul-Americana, acabou ofuscada pelo gol e a redenção de Emerson Sheik.
No entanto, seu desempenho foi o mais importante para a sequência da equipe no Campeonato Brasileiro. Sem Leandro Damião, que atuou nas últimas partidas, Guerrero se recuperou na hora certa de uma sequência de problemas médicos — o jogador teve uma gastroenterite e, em seguida, febre — e será o titular no domingo contra o Cruzeiro, em Cariacica (ES).
— Fiquei afastado, peguei uma gripe. Mas fiz um bom jogo, estive bem com o time, já matei a saudade — contou Guerrero, em Santiago.
A bola na trave e a participação efetiva nas jogadas de ataque deram ao técnico Zé Ricardo a tranquilidade na reposição de peças no ataque. O peruano havia atuado pela última vez há quase um mês, contra a Chapecoense, quando seguiu para a seleção. A brecha foi aproveitada por Damião, que marcou dois gols e foi titular nas últimas cinco partidas. Contra o Figueirense, porém, o atleta se machucou e só deve retornar contra o São Paulo, no outro domingo. Até lá, Guerrero quer mais no Brasileiro.
— Estamos com uma sequência boa, é preciso continuar assim. No Brasileiro, temos que pensar que sempre se pode dar mais. Sabemos que o jogo de domingo vai ser difícil, mas temos qualidade para ganhar — disse o camisa 9, que não faz um gol desde a partida contra o Coritiba, no dia 31 de julho. É hora de acabar o caô de novo.

Fonte:Extra

Inflação acelera e vai a 11% na RMF; maior do Brasil


Apenas em setembro, o IPCA-15 subiu 0,56% na Região Metropolitana de Fortaleza, puxado pela alimentação

O mamão é o grande vilão da prévia da inflação deste mês. O item teve alta de 25,4% na RMF, a maior dentre todos os itens pesquisados ( FOTO: JULIANA VASQUEZ )

Fortaleza/Rio. Enquanto a inflação alivia a situação do consumidor no Brasil, na Capital cearense ela ainda está longe de dar trégua. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) acelerou de 0,52% em agosto para 0,56% neste mês, mais que o dobro da média nacional (0,23%) e a maior taxa dentre os 11 locais pesquisados pelo Instituo Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No acumulado dos últimos 12 meses, o indicador chegou a 11,02%, também o maior do Brasil e o único a ter alcançado dois dígitos.
O índice da Região Metropolitana de Fortaleza também foi o maior dentre todas as regiões metropolitanas e municípios pesquisados no acumulado do último trimestre (1,73%).
O IPCA-15 é uma prévia da inflação oficial do mês, pois considera preços coletados de 13 de agosto a 14 de setembro e os compara com os que foram de 14 de julho a 12 de agosto.
O grupo Alimentação e Bebidas foi o que puxou a alta de preços neste mês na RMF, com variação de 1,13%. Na opinião do economista Alex Araújo, a seca, que assola o Ceará pelo quinto ano consecutivo, é o principal motivo para que a inflação esteja mais intensa na Região Metropolitana de Fortaleza do que nos demais locais pesquisados.
"Uma parte expressiva dos alimentos que o fortalezense consume é produzida em volta da cidade, em regiões como Vale do Curu e Vale do Jaguaribe. São regiões muito afetadas pela seca aqui, e isso tem feito com que o preço dos alimentos aumente por conta da escassez", salienta Alex Araújo.
O economista prevê, portanto, que a inflação só deve arrefecer depois do início da próxima quadra chuvosa (fevereiro, março, abril e maio), em 2017, isso se as precipitações chegarem a níveis desejáveis para a produção de alimentos.
Aumentos
Além de alimentação e bebidas, a alta de preços na RMF também foi verificada nos grupos Habitação (0,29%), Artigos de Residência (0,63%), Vestuário (0,39%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,42%), Despesas Pessoais (0,92%) e Educação (0,15%). As únicas quedas ocorreram em Transportes (-0,23%) e Comunicação (-0,11%).
Dentre os itens que mais subiram de preço, os destaques foram o mamão (25,4%), o tomate (10,3%), o leite condensado (9,67%), a tilápia (8,81%) e o creme de leite (8,39%). Já a batata inglesa (-15,53%), maracujá (-11,22%), passagens aéreas (-10,33%), melancia ( -9,35%) e alho ( -8,88%) foram os que mais ficaram baratos.
Menor desde 2014
No Brasil o IPCA-15 teve avanço de 0,23% em setembro, o menor resultado desde agosto de 2014, quando a inflação foi de 0,14%.
Quando considerados apenas os meses de setembro, a taxa foi a menos acentuada desde 2009, quando o índice ficou em 0,19%. O IPCA-15 registrado em setembro do ano passado tinha sido de 0,39%.
Como resultado, a taxa acumulada em 12 meses desacelerou de 8,95% em agosto para 8,78% neste mês de setembro. O número foi o mais baixo desde maio de 2015, quando a taxa em 12 meses estava em 8,24%.
Ao contrário do que ocorreu na RMF, o grupo Alimentação e Bebidas foi o principal responsável pela desaceleração do IPCA-15, ao passar de uma alta de preços de 0,78% em agosto para uma queda 0,01% em setembro. No mesmo período, o indicador reduziu o ritmo de alta de 0,45% para 0,23%.
Alimentos
Em setembro, cinco das 11 localidades pesquisadas pelo IBGE registraram redução nos preços dos alimentos: Goiânia (-0,70%), Salvador (-0,65%), Belém (-0,25%), Belo Horizonte (-0,25%) e Brasília (-0,05%).
O recuo de 0,10% nos gastos das famílias com transportes ajudaram a conter a taxa do IPCA-15 em setembro. O grupo Transporte tinha registrado aumento de 0,10% nos preços no indicador de agosto.
Os grupos Habitação e Vestuário foram os dois únicos que registraram taxas de variação maiores na passagem de agosto para setembro, dentro do IPCA-15. Os gastos com habitação passaram de recuo de 0,02% em agosto para alta de 0,48% em setembro, enquanto as despesas com vestuário saíram de queda de 0,13% para elevação de 0,49% no período.
Houve trégua além, de Alimentação e Bebidas e o grupo Transportes, em Comunicação (de 0,01% para -0,01%). Ao mesmo tempo, as altas foram menores em Artigos de residência (de 0,34% para 0,25%), Saúde e Cuidados pessoais (de 0,87% para 0,53%), Educação (de 0,90% para 0,25%) e Despesas Pessoais (de 0,85% para 0,60%).
dsa


Fonte:DN

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Novo plano do Ensino Médio exclui artes e educação física


Parte das mudanças devem passar a ser aplicadas a partir de 2017, enquanto outras terão implementação gradual na rede de ensino

Governo apresenta novo modelo do Ensino Médio ( Foto: Carolina Antunes/PR )

O novo modelo para Ensino Médio apresentado, nesta quinta-feira (22), pelo Governo Michel Temer (PMDB) flexibiliza o currículo da etapa, acaba com a obrigatoriedade de disciplinas de artes e educação física e traz um incentivo à expansão do ensino em tempo integral. As mudanças serão levadas ao Congresso por meio de uma Medida Provisória (MP) para acelerar a tramitação legislativa.
O texto provoca a maior alteração já feita na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), de 1996. Parte das mudanças devem passar a ser aplicadas a partir de 2017, enquanto outras terão implementação gradual na rede de ensino.
O novo modelo vai prever flexibilização do percurso do estudante. Hoje, todos os alunos do médio devem cursar 13 disciplinas em três anos. De acordo com o texto da medida provisória, a carga horária mínima de 800 horas anuais para a etapa deve ser ampliada progressivamente para o mínimo de 1.400 horas anuais. Isso representa 7 horas de aulas por dia, o que caracteriza a educação em tempo integral.
Com a mudança prevista na MP, somente parte da grade -equivalente a cerca de um dos três anos de aulas da etapa- será comum a todos. Para o restante, haverá a opção de aprofundamento em cinco áreas: linguagens, matemática, ciências humanas, ciências da natureza e ensino técnico.
Ao aluno caberá a escolha da linha que quer se aprofundar. Mas a oferta dessas habilitações dependerá das redes e escolas. Ao menos duas áreas, entretanto, devem ser oferecidas.
O ensino de língua portuguesa e matemática será obrigatório nos três anos do ensino médio. Mas, ao contrário do que previa a LDB, as disciplinas de artes e educação física deixam de ser obrigatórias no ensino médio. Elas continuam obrigatórias da educação infantil ao ensino fundamental.

Perguntas e respostas sobre as mudanças no Ensino Médio

Quais as principais diretrizes do "novo ensino médio"?
A reformulação prevê que o ensino em período integral, hoje restrito a 6% dos alunos do país, alcance 25% dos matriculados em 2024. Assim, cumpririam 1.400 horas por ano, em vez das 800 horas de um só turno. A medida provisória estabelece também uma flexibilização no percurso do aluno. Parte da grade de disciplinas será comum a todos. Em seguida, o aluno pode optar por áreas de seu maior interesse: linguagens, matemática, ciências humanas, ciências da natureza e ensino técnico.
Além disso, o ensino médio poderá ter o formato de um sistema modular. Com isso, o aluno receberá certificados parciais a partir da conclusão de cada etapa.
Quando essas medidas começam a valer?
A MP tem validade imediata após a sua publicação no "Diário Oficial" da União, o que deve ocorrer nesta sexta-feira (23). O Congresso tem até 120 dias para votá-la, caso contrário, perde a validade.
Os Estados serão obrigados a cumprir essas diretrizes?
Sim. A previsão, no entanto, é que parte das medidas entre em vigor já em 2017 e outras sejam de implementação gradual pela rede de ensino.
A medida provisória interfere na prova do Enem marcada para novembro?
Não. As mudanças devem passar a valer a partir de 2017. Cerca de 50% currículo também seguirá a base nacional comum e o restante deve ser definido pelas redes de ensino.
A adoção de período integral é sinônimo de melhoria no rendimento?
Há evidências de que a carga expandida de aulas, quando aliada a um bom projeto pedagógico, melhora os resultados educacionais. Mas oferecer a modalidade tem maiores custos. 
As medidas também irão valer para as redes privadas de educação?
Sim. As redes estaduais, no entanto, são maioria, e concentram 84% das cerca de 8 milhões de matrículas dessa fase da educação básica.

Fonte:DN